Warhol, Basquiat, Kahlo e Dalí em cartas de tarô

Tá sofrendo de bloqueio criativo? Lutando para tomar uma decisão difícil na vida? Descubra o que Picasso, Pollock, Kahlo e outros grandes artistas teriam feito com esse tarô das lendas da arte! Cheio de sabedoria sobre vida, trabalho e inspiração, basta escolher uma carta e booom: um conselho fantástico do oráculo para superar qualquer obstáculo (essa rima não foi intencional, juro)!

A escritora Katya Tylevich e ilustradora Mikkel Sommer produziram o baralho depois de selecionar três elementos-chave da vida e do trabalho de cada artista. Quer uma amostrinha? Pega o livro de história da arte e vem conferir se bate (ou não).

Salvador Dalí

Art Oracles

Nunca faça uma aparição sem controvérsia: em 1936, Dalí realizou uma palestra na Exposição Surrealista Internacional de Londres, vestido com um traje antigo de mergulho. A intenção era usá-lo como uma metáfora sobre mergulhar no subconsciente, mas em vez disso, ele começou a sufocar. O público pensou que era parte do ato.

Toque o inconsciente e reze para não ser chato: Dalí nunca usou drogas – fato revelado em uma edição da revista LIFE de 1970, quando disse: “Eu não uso drogas. Eu sou as drogas “. E daí o negócio fica ainda melhor, já que ele  inventou uma técnica surrealista – em fucking 1930 -, que chamou de” método paranoico crítico “. Para chegar nesse resultado – sem DORGAS -, ele ficava de ponta-cabeça, até cair semi-inconsciente e assim, atingir a paranoia. Dalí acreditava que fazendo isso, as pessoas poderiam se libertar das amarras e convenções do mundo, para a ver as coisas de forma diferente  – aka mente inconsciente e canalizou isso através de sua arte, desenhando conexões entre objetos completamente aleatórios. Dizem que Sigmund Freud – amigo de Dalí – , também teve grande influência sobre ele. E isso explica muita coisa.

Ser Dalí é inspiração suficiente: Dalí era o tema favorito de Dalí. Ele gostava de pintar, falar e escrever sobre si mesmo e fez isso durante toda a vida. Em 1953, Dalí disse à Smithsonian Magazine: “Todas as manhãs, quando eu acordo, experimento novamente um prazer supremo – o de ser Salvador Dalí “.

Jean-Michel Basquiat

Art Oracles

Em vez de uma tela, encontre uma parede: antes de Basquiat ser “Basquiat”, ele era a metade do duo SAMO©. Ao lado de Al Diaz, o par usava canetas e tinta spray para escrever mensagens crípticas nas paredes da cidade: “SAMO©,,, PARA AQUELES DE NÓS QUE APENAS TOLERAM A CIVILIZAÇÃO ,,, ” e “SAMO©,,, PARA O CAIPIRA URBANO,,,”.

Tente colaborar com Andy Warhol: Embora tenham quase três décadas de diferença de idade, Warhol e Basquiat eram amigos e colaboradores muito próximos. Esta frase, de  Ronny Cutrone – assistente de longa data de Warhol -, resume a parceria: “Era como um casamento louco do mundo da arte e eles eram o casal estranho. O relacionamento era simbiótico. Jean-Michel achou que precisava da fama de Andy e Andy achou que precisava do sangue novo de Jean-Michel. Jean-Michel deu a Andy uma nova rebeldia.” Infelizmente, a parceria acabou com a morte de Warhol, em 1987.

O bom trabalho pode resultar de maus hábitos: tragicamente, o vício em heroína de Basquiat se tornou fatal em 12 de agosto de 1988, quando ele morreu de overdose em seu estúdio de Nova York. O amigo do artista, Anthony Haden-Guest, detalha a última vez que o viu, no dia da sua morte e aconselha: Não tente isso em casa.

Frida Kahlo

Art Oracles

A recuperação dura toda a vida. You don’t spell painting without pain: Kahlo era famosa por canalizar sua luta em seu trabalho. Esta frase desoladora – “Vou me pintar porque eu estou frequentemente sozinha, porque sou o assunto que conheço melhor”- explica os motivos por trás da quantidade imensa de auto-retratos que ela criou.

A arte é sua companheira mais leal: o casamento com o pintor Diego Rivera, foi tempestuoso, para dizer o mínimo. Rivera, era vinte anos mais velho que Frida e um artista famoso e já bem estabelecido quando se conheceram (ela era estudante na época). Apesar de ambos terem casos extraconjugais,  Rivera ultrapassou os limites (do ridículo!) ao pedir uma prescrição médica por ser incapaz de se manter fiel. Por sua vez, Kahlo usou a arte para canalizar o trauma.

Externalize seu mundinho: o trabalho de Frida Kahlo sempre foi incrivelmente verdadeiro e honesto. Seu casamento problemático foi exaltado pelo fato de ela não poder ter filhos – resultado de um terrível acidente de ônibus em 1925. Algo que freqüentemente se referia em seu trabalho, como “Me and My Doll” (1937).

Andy Warhol

 

Art Oracles

Coma sobremesa antes do jantar: Warhol afirmou com convicção: “Tudo o que eu realmente quero é açúcar”. Sua compulsão por doces se manifestou inúmeras vezes em seu trabalho, como a ilustração “Ice Cream Dessert” (1959).”

Se dê 15 minutos às vezes: Embora não tenha evidências sobre a autoria da citação – agora icônica -, “No futuro, todos terão 15 minutos de fama”, ter gerado o programa de TV americano Quinze Minutos, com Warhol como anfitrião e estrelas como Marc Jacobs e Grace Jones entre seus convidados.

Querer pode ser melhor do que ter: Em seu livro The Philosophy of Andy Warhol: de A para B e Back Again, Warhol escreveu: “Uma atriz, amiga minha, me disse que depois de não querer mais dinheiro e jóias, era quando ela ganhava mais dinheiro e jóias. Eu acho que para o nosso próprio bem, sempre acontece assim, porque depois de parar de querer as coisas é quando elas não vão te enlouquecer. Depois de parar de querer, você consegue lidar com elas. Ou antes. Mas nunca durante. Se você conseguir coisas quando realmente quer, enlouquece. Tudo se distorce quando algo que você realmente quer está sentado no seu colo “.

Ai, ai, quanta sabedoria não é meixxxxmo?

O oráculo contém 50 cartas + um folheto com as biografias dos artistas e detalhes sobre como jogar o tarô direitinho. Sai por £ já disponível aqui.

Você quer @ValterMercado?

Imagens: Reprodução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s